sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

VÃO E VOLTEM. MATEM AS SAUDADES...

O nosso Camarada António Gamito (SMOR CE), enviou-nos um texto que publicamos de seguida, com o nosso agradecimento e a promessa de cumprir o seu desejo, e "matar as saudades, que por lá deixou".

Vão e voltem. Matem as saudades que por lá deixei. Já eu matei outras, por outros lá deixadas…Good Luck. Fair Windows e nunca vos esqueçais que:

Esse é vosso "Nosso Navio" e vós ...sois na verdade, os da Marinha. Aqueles que têm o privilégio de passar noites infernais sob tormentas, sem um queixume e, sobretudo, sem que ninguém pense que pode ser pago em moedas tão imaterial sacrifício. Aqueles que dia-a-dia aprendem a lealmente lutar com mares e ventos; que podem em toda a sua magnitude, sentir a dureza e fragilidade da vida ... Nada vos devem os senhores da terra. Gozais desses estranhos prazeres que a eles são vedados, agradecidos à vossa boa estrela que vos fez marinheiros.

" In "O Nosso Navio" Sarmento Rodrigues, 1944

Foto de Rui Vale Sousa

3 comentários:

Paulo disse...

Muito Agradecido
Lá iremos, lá as mataremos e de lá voltaremos.

Pipas disse...

Bonito texto, acho que resume a nossa vida...
Abraço

Fernando Leitão disse...

Viva!
Outros houve que levaram a Cruz de Cristo nas velas, hoje vocês transportam-na decerto na vossa alma marinheira, mas como outrora a missão será levada até ao fim, disso estou certo, e roído de inveja vou aguardar pelo BRAVO ZULU final que vos trará de regresso ao seio da Briosa, até lá só tenho um abraço do tamanho do mar para vos oferecer.

Voltem bem!

Sousa Leitão
SCH Radarista