domingo, 22 de novembro de 2009

SURFACE SEARCH (SSC)

Durante as patrulhas no IRTC (International Recommended Traffic Corridor), a fragata Álvares Cabral, conta com o seu helicóptero orgânico "Rogue" para a busca de superfície (SSC). Assim diariamente a aeronave tem o seu deck-cicle, quer seja a voar quer seja em alerta no convés de voo ou no hangar.

Geralmente são efectuados dois voos durante esse período, um ao nascer do dia na transição do arco nocturno para o diurno e outro pela tarde na transição inversa. De salientar que outras aeronaves dos navios da força e de outras coligações fazem o mesmo trabalho no mesmo horário, ou em horários diferentes por forma a manter a vigilância na área activa.

Quanto á tripulação para este tipo de missão é normalmente constituída por 4 elementos, os dois pilotos, o operador de sistemas e o mergulhador sapador, estes ultimos qualificados para efectuar tiro com a metralhadora M3M que equipa a aeronave.

Assim e em plena área de operações, a aeronave tem uma função extremamente importante, quer na detecção de presumíveis piratas, como na acção dissuasora que a mesma provoca, a quem por aqui procura tomar de assalto os navios que sulcam estas águas.

Fotos: Mário Saloio (Sar T/HL/FZM) e José Lourenço (Sar Us)

2 comentários:

Maria Jose disse...

Olá!
Como sempre o reporter continua a fazer um excelente trabalho, assim como o fotógrafo.
Dando-nos uma pequena perspectiva do Vosso trabalho.
Obrigado
Beijinhos

Anónimo disse...

Entao os mecanicos nao merecem voar.