terça-feira, 29 de dezembro de 2009

EU E A MINHA MÁQUINA

Este post "Eu e a minha máquina" é o ultimo de 2009 e retrata situações desde Atenas, até Salalah, passando por Mombassa, Marselha e Seychelles, onde a objectiva do fotografo registou situações no mínimo curiosas. Clique nas imagens para ampliar.

(Sagres, a cerveja preferida dos Massai - Quénia)

(O Staff no "Pirate Arms" em Victória - Seychelles)

(O Pai Natal e o fotografo, no Hotel Hilton - Salalah)

(O Pai Natal e os duendes ao banho no dia 25/12/09 em Salalah)

(Leitão das Seychelles)

(Hoje o jantar é lagosta da praia do Oásis - Salalah)

(Petingas á Grega - Acrópole - Atenas)

(A chover a cântaros - Seychelles)

(O colorido da cidade - Marselha)

(A apanha do coco - Crown Plaza - Salalah)

(Regras para entrar na Mesquita em Salalah - 1)

(Regras para entrar na Mesquita em Salalah - 2)

(Atenção aos radares - Salalah)

(Prevenção da Gripe A - Salalah)

(Saí uma cola para a mesa do canto - Hilton Salalah)

(Os dromedários e o mar - Salalah)

(À beira da piscina - Hilton - Salalah)

(Rumo ao sol - Somália)

Fotos: Francisco Gavancho, Carlos Dias, Mário Saloio, Luís Casinhas, Jacinto e Teixeira

6 comentários:

Maldizente disse...

O que tem em comum um escadote e um Sar ETA?

- Ambos servem para apanhar cocos...!!!

PS: Não conseguiste nas Seychelles, teve de ser em Salalah :)

Zeca disse...

Lindo!Reportagem completa, com direito ás fotos com camelos.
Será k apanharam algum coco?
Aqui está mau tempo, e voçês nessa água limpida.Aproveitem bem, que bem merecem.
Um bjinho para todos, não se esqueça de dar um abaxo mto apertadinho á minha filhota Carla.

Amadeu disse...

ainda dizem k se come mal na tropa 8)
mt fixes as fotos

Alexandre Correia disse...

Caros Sailors,

Quando vejo estas imagens dou comigo a pensar que foi uma injustiça não ter sido seleccionado para a Armada, ao invés de ter ido parar ao Exército, desterrado para o ermo de Santa Margarida, ao serviço da 1ª Brigada Mista Independente. Eram os tempos em que o Serviço Militar era obrigatório, e só para homens. As únicas mulheres que víamos de segunda a sexta-feira eram duas velhas administrativas, a mulher e as duas filhas do comandante, mas para elas não era muito "saudável" olhar...

Abraço,

Alexandre Correia

PS - Estou em contagem descrescente para esse Cozido à Portuguesa!

Anónimo disse...

A todos os camaradas no activo e em missão, um abraço fraterno, com a saudade do azul do mar.

Bons ventos e mar chão

Mota
C/cct ref.

Polainas disse...

~Bons ventos para o regresso. Mais um dever cumprido.
Polainas santos Sar T